Nunca enfrentamos uma era com tanta procrastinação, preguiça, desânimo, e, ao mesmo tempo, precisando lidar  com tanta pressão/agitação, stress e, com isso, nós psicólogas(os) fechamos, cada dia mais diagnósticos com os sintomas  supra citados, ou seja, os casos de Depressão, Transtornos de Ansiedade (como Pânico, Ansiedade Generalizada, Síndrome do Pensamento Acelerado) etc aumentam a cada dia.

O que isso tem a ver com o título desse artigo?!

Esses problemas na saúde emocional e mental das pessoas as faz pensar demais, planejar demais, se autoexigindo em demasia, com perfeccionismo (uma característica nem sempre benéfica aos indivíduos). Então, para que um projeto saia do papel, aparentemente será sempre necessário muito trabalho, aperfeiçoar e melhorar todos os mínimos detalhes (nada parece estar bom o suficiente – nunca – para esse tipo de pessoa), para colocar em prática. Isso causa ainda mais stress, iniciando um ciclo vicioso.

“Não consigo realizar nada do que quero (ou preciso), não sou bom(a) o suficiente, por isso nunca terei resultados ou sucesso!”

Já conheceu alguém ou se identificou de alguma forma com a fala acima?!

Pois é, além de ter que lidar com a própria exigência, essas pessoas acabam se preocupando demais com a opinião alheia. Para elas, aparentemente, todos a estão julgando e avaliando (o tempo todo), além disso, querem dar orgulho aos pais, fazer bonito para os amigos, buscam o elogio do(a) chefe, não suportam ser criticados(as), e por aí vai….

Por quererem se adequar à uma “régua de qualidade” muito alta e complexa de alcançar, seus contínuos esforços os esgotam, por isso a frase inicial desse artigo explicando sobre a fase de extremismos que vivemos.

Consequência: muitos desses cidadãos sempre sentem-se atrasados, inúteis (frente ao que gostariam de ser capazes de fazer de fato), e, ao invés de buscarem se conhecer o suficiente para entenderem qual o SEU melhor ritmo, seguem assumindo responsabilidades demais, pelo desejo de serem superhumanos.

Tal estresse, cansaço mental/físico, ansiedade, autocobrança em exagero levam a outras doenças, afinal o corpo está esgotado, o cérebro e o todo o sistema nervoso central entrando em colapso, liberando na corrente sanguínea cada vez mais cortisol (hormônio do stress, que nos prepara para enfrentar perigos, nos torna mais alerta e espertos). Em determinadas situações de risco ou de perigo, essa reação do corpo é considerada saudável, porém, todos os dias, em todos os ambientes, colocando-se prazos cada vez mais surreais, travando verdadeiras batalhas contra si mesmo, achando que assim será uma pessoa “mais produtiva”, é autoenganação. Tudo isso não passa de uma grande armadilha, que alimenta o sistema de recompensa do cérebro, fazendo-o se aniquilar a cada nova tarefa.

O que podemos concluir a partir disso tudo? Muitas vezes é fundamental ter o seguinte conceito consigo: “o feito é melhor que o perfeito“! Você não precisa se exigir tanto assim com absolutamente TUDO!

Outra regra essencial: saber qual o seu melhor ritmo pode te tirar de muitas encrencas, de muitos problemas de saúde, tanto físicos quanto mentais/emocionais.

E, por último, saber que realmente você não deve nada à ninguém, a não ser para você mesmo(a), pode te salvar e fazer com que você realize muito mais do que quando se exige “além da conta”, pensando mais nos outros do que no que verdadeiramente é IMPORTANTE que seja feito!

O que é IMPORTANTE para você hoje? Sua saúde não está indo tão bem? Então busque ajuda profissional! Quais soluções são possíveis e viáveis hoje que facilitariam seu dia a dia, poderiam incluir ajuda das pessoas ao seu redor, poupando seu tempo e esforço e que, mesmo assim, resolveriam os problemas à sua frente?!

Comece a se perguntar sobre sua vida atual, buscando entender o que DE FATO é sua responsabilidade e o que é possível deixar de lado, delegar, pedir ajuda, modificar a exigência ou o PRAZO para ser concretizado.

Saiba que você é capaz e pode realizar basicamente tudo que deseja em sua vida, mas pode (E DEVE) quebrar suas metas em partes menores e mais alcançáveis! Também pode ter ajuda de profissionais, de pessoas que podem tornar tudo mais leve e prazeroso!

Quem está constantemente correndo, se cobrando demais, perde a oportunidade rara de CAMINHAR no seu próprio ritmo, perde saúde, perde oportunidades únicas, com pessoas queridas, pois acaba se preocupando em atender as demandas alheias, de maneira específica, esquecendo-se muitas vezes o que realmente importa para si. Para sua própria vida, saúde e alegria.

Preserve-se, ame-se, compartilhe suas preocupações, delegue deveres, desacelere, encontre o melhor ritmo para você e saiba que ninguém está te julgando ou avaliando tanto assim quanto você imagina, pois essas pessoas têm suas próprias vidas para se preocupar, e você não deve sentir que deve nenhum resultado à elas.

Espero que esse conteúdo possa te fazer refletir sobre quem você deseja ser a partir de agora. E não importa como foi até então, até ontem, o que interessa é como você vai passar a agir HOJE.

Grande abraço para você e volte a cada 15 dias, pois temos sempre conteúdo de qualidade para você em nosso Blog!

Até a próxima!